PESQUISA CIENTÍFICA

Atualmente estou na última etapa da minha formação científica: o doutorado. Depois disso estarei pronto para guiar pesquisas científicas de forma independente… isso se tiver emprego, recursos e alunos. Mas vamos deixar as lamentações para outro momento. 😉

O que faço no doutorado? Meu doutorado é em Microbiologia. O quê?? Eu basicamente estudo bactérias e vírus. Só que as minhas bactérias e vírus são legais, elas participam da produção de queijo pela fermentação. Então, elas fazem coisas boas como queijo, cerveja, pão, etc.

Mas, nem sempre trabalhei com bactérias. Segue um pequeno histórico das minhas atividades de científicas, do mais antigo para o atual.

2007 – Entrei na graduação em Ciências Biológicas (Licenciatura) na Universidade Federal de Goiás (UFG).

2007 a 2009 – Estágio voluntário estudando ecologia de cupins. Entrei nesse estágio na primeira semana da graduação, fiquei até 2009 quando meu orientador se aposentou.

2009 a 2011 – Estágio com bolsa de iniciação científica do CNPq estudando ecologia de insetos aquáticos. Como meu primeiro orientador aposentou, logo fui procurar outro. Fiquei nesse estágio até o final da graduação.

2012 – Entrei no mestrado em Microbiologia na Universidade de São Paulo (USP).

2012 a 2015 – Desenvolvimento do mestrado estudando ecologia de micro-organismos extremófilos, mais especificamente, bactérias que vivem no fundo do mar (Link para minha dissertação).

2017 – Entrei no doutorado em Microbiologia também na USP.

2017 a atual – Desenvolvimento do doutorado estudando ecologia de micro-organismos, mas mudei o ambiente. Como já disse no começo do texto.

Segue uma lista das minhas publicações em revistas científicas:

DANTAS-QUEIROZ, M. V. ; WENTZEL, L. C. P. ; QUEIROZ, L. L. . Science communication podcasting in Brazil: the potential and challenges depicted by two podcasts. ANAIS DA ACADÊMIA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS v. 90, p. 1891-1901, 2018.

  • Esse é o meu artigo mais recente. Meu amigo Marcos e eu fizemos uma análise do potencial dos podcasts para divulgação científica utilizando dados da PodPesquisa.

GODOY, BRUNO SPACEK ; QUEIROZ, LUCIANO LOPES ; LODI, SARA ; NASCIMENTO DE JESUS, JHONATHAN DIEGO ; OLIVEIRA, LEANDRO GONÇALVES . Successional colonization of temporary streams: An experimental approach using aquatic insects. Acta Oecologica (Montrouge), v. 77, p. 43-49, 2016.

  • Esse artigo foi publicado em 2016, período de intervalo entre o mestrado e doutorado. O Bruno foi meu coorientador durante a graduação, fizemos vários trabalhos nesse período e os artigos foram sendo publicados depois. Nesse artigo nós analisamos como acontece o processo de colonização por insetos aquáticos em córregos do Cerrado.

GODOY, B S ; QUEIROZ, L L ; LODI, S ; OLIVEIRA, L G . Environment and Spatial Influences on Aquatic Insect Communities in Cerrado Streams: the Relative Importance of Conductivity, Altitude, and Conservation Areas. NEOTROPICAL ENTOMOLOGY, v. 46, p. 151-158, 2016.

  • Esse artigo foi publicado no mesmo período que o anterior. Ele é resultado direto do meu projeto de iniciação científica. O Bruno e eu reunimos dados coletados em nossos trabalhos e analisamos como o ambiente e o espaço físico influenciam os insetos aquáticos.

MASSARIOL, F. C. ; LIMA, L. R. C. ; PINHEIRO, U. S. ; QUEIROZ, L. L. ; OLIVEIRA, L. G. ; SALLES, F. F. Two-winged Cloeodes Traver (Ephemeroptera: Baetidae) in Brazil: new species, stage description, and key to South American species. Journal of Insect Science (Online), v. 13, p. 60, 2013.

  • Fui um dos colaboradores nesse artigo. Ele foi publicado depois que terminei a graduação. Descrevemos várias novas espécies de efemerópteros (parentes das libélulas). A que encontramos recebeu o nome de Cloeodes spackei (homenagem ao Bruno, dos outros artigos, que a encontrou).

ANGERHAUSEN, DANIEL ; SAPERS, HALEY ; CITRON, ROBERT ; BERGANTINI, ALEXANDRE ; LUTZ, STEFANIE ; QUEIROZ, LUCIANO LOPES ; ALEXANDRE, MARCELO DA ROSA ; ARAUJO, ANA CAROLINA VIEIRA . HABEBEE: Habitability of Eyeball-Exo-Earths. Astrobiology (Larchmont), v. 13, p. 130319102211003-314, 2013.

  • Esse artigo foi idealizado durante um evento de astrobiologia que aconteceu em São Paulo no final de 2011. Criamos um projeto para explorar a possibilidade de vida em planetas com formato de olho (haha, muita loucura né?). A ideia era realizar diversos experimentos aqui na Terra mesmo, mas simulando condições desse planeta.

Link para o meu currículo científico