HISTÓRIA

Meu nome é Luciano Queiroz, sou cientista, biólogo, podcaster e divulgador de ciência. Tenho 28 anos, nasci em Goiânia-GO no dia 29 de agosto de 1989 e sou o mais novo de três irmãos. Atualmente faço doutorado em Microbiologia pela Universidade de São Paulo (USP). Sou filiado e militante do Partido dos Trabalhadores (PT) desde 2016.

Estudo ecologia de micro-organismos, quero entender onde estão e o que os micro-organismos estão fazendo. Apesar de ser biólogo, uso muito matemática, estatística, programação e outras matérias. A pesquisa científica nessa área é bem interessante porque temos atividades de campo (já fiz coleta no Rio Tapajós, em florestas no meio da Amazônia, Cerrados muito preservados e até a bordo em um navio na costa do Rio de Janeiro), atividades de laboratório (colocando e tirando mutações de bactérias e testando minhas perguntas) e a análise em si, depois de coletar e processar as amostras, temos que sentar em nossos computadores e interpretar os dados que obtivemos. Todas as etapas são interessantes e difíceis, o que me motiva a sempre estudar e aprender mais.

Essa vontade de ser cientista vem desde pequeno. Óbvio que eu era aquela criança que perguntava o porquê de tudo. Mesmo tendo nascido em Goiânia, meus pais moravam no sul do Pará e com 10 dias voltei com minha mãe para cidade de Redenção. Aos 9 anos me mudei com minha mãe para Parauapebas, também no Pará, a 60 km de onde aconteceu o Massacre de Eldorado dos Carajás e a 160 km de Marabá. Foi bom crescer em Parauapebas, a cidade era tranquila e o melhor de tudo, tem uma grande reserva de Floresta Amazônica do lado. Cresci andando na floresta, vendo diversos animais e tomando banho de rio.

Quando completei 16 anos, seguindo a tradição da família, fui fazer o 3ª ano do Ensino Médio e me preparar para o vestibular em Goiânia. Em 2007, com 17 anos passei para Ciência Biológicas – Licenciatura na Universidade Federal de Goiás (UFG). Aproveitei muito a graduação, participei de um jornal científico, fiz estágios voluntários, viajei para vários lugares fazendo coleta e  me preparei bem para ser um bom cientista. Durante todo esse período tive a preocupação de democratizar o conhecimento científico.

Aos 22 anos, em março de 2012, fiz uma pequena economia e resolvi me mudar para São Paulo – SP. Aluguei um quarto de republica ao lado da USP e comecei a me preparar para realizar o processo seletivo do mestrado em Microbiologia. Fui aprovado em agosto de 2012, me matriculei, mas fiquei sem bolsa até abril de 2013. Esses meses foram bem difíceis, felizmente consegui alguns trabalhos realizando coletas, o que me deu a oportunidade de conhecer outros lugares do Brasil.

Nessa mesma época um amigo e eu criamos o podcast Dragões de Garagem. Podcast é tipo uma rádio, editada e disponibilizada na internet. Fizemos o podcast para falar sobre ciência e mostrar para as outras pessoas porque ela é tão legal. Ao terminar o mestrado no começo de 2015, decidi voltar para Goiânia, finalizar todas as minhas atividades do mestrado e tentar o doutorado no exterior. O doutorado no exterior não aconteceu por vários motivos, comecei a empreender em uma empresa de consultoria ambiental junto de um amigo e continuei estudando para tentar o doutorado no futuro. No final de 2016 fui para São Paulo e fiz a prova de seleção para o doutorado. Fui aprovado e no começo de 2017 voltei definitivamente junto da minha companheira Natália, pelo menos até 2021, quando irei terminar o doutorado.

Em 2016, depois de ter vivido as Jornadas de Junho de 2013, as eleições de 2014 e o golpe parlamentar sofrido pela presidente Dilma, decidi que deveria lutar pela ciência de uma maneira mais efetiva e me filiei ao PT. Comecei a fazer diversas atividades voltadas para política científica com o objetivo de chamar a atenção da importância da ciência para nossa sociedade e porque, nós cientistas, devemos participar da política do nosso país. A minha motivação desde o início da graduação falar sobre ciência avançou, evolui e resultou na minha vontade de participar ativamente da política. Por isso, resolvi lançar minha pré-candidatura para Deputado Estadual.